Sedtur prorroga prazo de entrega

Da Reportagem

A Secretaria de Estado de Turismo (Sedtur) conseguiu prorrogar mais uma vez o prazo de entrega do relatório sobre as adequações no Complexo da Salgadeira, localizado na Rodovia Emanuel Pinheiro, que liga Cuiabá a Chapada dos Guimarães. O local está interditado desde setembro de 2010 devido à constatação de dano ambiental. 

Esta é a segunda vez que a secretaria solicita ao Ministério Público do Estado (MPE) mais tempo para realizar as adequações no projeto original de revitalização do complexo turístico. Desta vez, a promotora de Justiça Ana Luiza Peterlini concedeu mais 90 dias. O acordo, no entanto, prevê que o novo projeto já chegue ao MPE com o aval da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema). 

A adequação do projeto de revitalização da Salgadeira faz parte de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) assinado à época da interdição do local. O “combinado” era que um grupo de peritos composto por 12 profissionais – entre geólogos, engenheiros, biólogos, arquitetos e turismólogos – entregaria um laudo com as mudanças necessárias no projeto de revitalização em abril deste ano. Etapa que foi cumprida. 

O documento, por sua vez, deveria ser analisado pela Sedtur e apresentado ao MPE dentro de dois meses, para que as obras pudessem ser iniciadas. A pasta, no entanto, vem protelando a entrega. Por meio da assessoria de imprensa, a secretária de Turismo, Teté Bezerra, alegou que a necessidade de realização de estudos de impacto ambiental é o motivo da demora. 

Mesmo assim, a expectativa é que as obras sejam licitadas ainda este ano. O recurso, R$ 5 milhões, já estão garantidos. (LN) 

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email