25487

Rodovia Rio-Santos é parcialmente liberada após oito horas de bloqueio

A rodovia SP-55 (antiga Rio-Santos) foi parcialmente liberada, em São Sebastião, no litoral norte de São Paulo, depois de ficar interditada por 8 horas desde a madrugada desta terça-feira (19). A estrada foi bloqueada na altura do quilômetro 158, no bairro Maresias, por conta da queda de barreiras.

De acordo com o Departamento de Estradas de Rodagem (DER), a rodovia foi liberada às 9h40 em sistema de comboio e a partir das 10h foi iniciada a operação monitorada por policiais no sistema 'Pare e Siga' nos Km 157 e 162. A liberação da pista está condicionada ao volume de chuvas — não está descartada um nova interdição total se voltar a chover forte.

A estrada litorânea voltou a apresentar problemas decorrentes das chuvas após ficar mais de 27 horas sob bloqueio. Durante o fim de semana, 12 quedas de barreira foram registradas e afetaram vários pontos entre os quilômetros 156 e 162, o que provocou a interdição total da rodovia.A estrada havia sido liberada por volta das 14h30 desta segunda-feira (18). O DER e a Polícia Rodoviária Estadual (PRE) realizaram um monitoramento para evitar acidentes.

Calamidade
A Prefeitura de São Sebastião decretou estado de calamidade pública na noite do domingo (17). Mais de 3 mil pessoas foram atingidas pelas enchentes em quatro bairros – Cambury, Boiçucanga, Baleia e Maresias, todos na costa sul. A situação mais crítica foi da Vila Lobo Guará, em Cambury, onde 125 pessoas foram removidas das casas de barco e o nível da água chegou a 1,80m.

Segundo o Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos (Cptec/Inpe), a chuva registrada no último domingo (17) em São Sebastião representou 70% do esperado para todo o mês março na cidade.De acordo com a Defesa Civil, entre sexta-feira (15) e domingo (17) a cidade registrou 111,4 milímetros de chuva. Isso representou mais que a metade da média esperada para o mês de março – 173 milímetros, com base nos dados do Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos (Cptec).

O prefeito de São Sebastião, Ernane Primazzi (PSC), se reuniu com o secretário da Casa Civil, Edson Aparecido, no Palácio dos Bandeirantes, na capital, na tarde desta segunda para tratar sobre os problemas na cidade do litoral norte. O Estado disponibilizou na ocasião um aporte R$ 1,5 millhão para ajuda na recuperação da cidade.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email