43893

Relatório da ONU deve confirmar uso de armas químicas na Síria, diz Ban

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, disse nesta sexta-feira (13) que o relatório de especialistas do organismo deve confirmar o uso de armas químicas na Síria.

Acompanhe a cobertura em tempo real.

“Acredito que o relatório será um relato esmagador, esmagador, de que as armas químicas foram usadas, embora eu não possa dizer isso publicamente antes de receber o relatório”, disse Ban em reunião na ONU.

O secretário-geral acusou o regime sírio, do contestado presidente Bashar al-Assad de ter cometido “muitos crimes contra a humanidade”.

O relatório da equipe de inspetores de armas químicas da ONU, liderada pelo sueco Ake Sellstrom, que deve ser divulgado na próxima semana, vai determinar se armas químicas foram usadas no ataque de 21 de agosto nos subúrbios de Damasco, capital da Siria.

. Até agora não foram divulgados detalhes do documento. Sellstrom não é autorizado a dizer no relatório quem realizou o ataque.

Os EUA, apoiados pelas potências ocidentais, afirmam que o regime sírio é responsável pelas mortes de 1.429 civis no incidente.

O regime de Assad nega autoria e culpa pelo incidente os rebeldes “terroristas” que tentam derrubar o governo, em uma guerra civil que já dura 30 meses e provocou mais de 110 mil mortes e uma grande crise humanitária e política regional.

Uma iniciativa diplomática iniciada pela Rússia tenta fazer que a Síria entregue seu arsenal químico à comunidade internacional.

Os EUA deram crédito à proposta russa, mas mantêm a ameaça de atacar militarmente a Síria em represália ao suposto uso de armas químicas.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email