62704

Quatro testemunhas devem depor sobre morte de bebê em Cuiabá

Quatro pessoas devem prestar depoimento à Polícia Civil às 16h desta quarta-feira (8) sobre o caso do bebê que foi agredido e morto pelos pais, em Cuiabá. Josué Araújo de Souza, de 1 mês, teria sido arremessado pelo pai durante uma briga do casal, na última sexta-feira (3). Só depois de três dias os pais encaminharam o menino, já sem vida, até um hospital particular. Josué teve febre e convulsões, além de apresentar sinais de espancamento e marcas de mordida pelo corpo.

André Luiz Pinto de Souza, de 22 anos, e Tainara Cardoso de Araujo, de 19, pais do bebê, foram presos na segunda-feira (6) e confessaram o crime à polícia. No entanto, afirmaram que as marcas de mordida foram feitas por ‘brincadeira’. Os pais vão responder por homicídio qualificado doloso (quando há intenção de matar).

Segundo a Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), a delegada Anaíde Barros deve ouvir o depoimento da avó materna da criança e de funcionários do hospital que fizeram o atendimento ao menino. Entre as testemunhas estão um pastor evangélico que acompanhava o casal, que inclusive foi quem levou a criança até o hospital.

“Vamos ouvir a mãe de Tainara sobre como era o relacionamento do casal, se eles fizeram algum contato e como era a saúde da criança. Também vamos ouvir os profissionais do hospital que fizeram o atendimento”, disse ao G1 Anaíde.

O inquérito policial deve ser concluído em até 10 dias. A delegada espera receber o laudo de necropsia antes desse período para avançar nas investigações. Um documento preliminar do Instituto Médico Legal (IML) da capital aponta a morte da criança por traumatismo craniano. No mesmo dia da prisão os dois suspeitos foram encaminhados para penitenciárias da capital depois de serem interrogados.

André Luiz foi encaminhado para a Penitenciária Central do Estado (PCE), antigo presídio Pascoal Ramos, e a mulher dele para a Penitenciária Feminina Ana Maria do Couto May.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email