Policiais trocam tiros no do bar

Da Reportagem

Após uma discussão, um casal de policiais foi detido após trocarem tiros em frente a um bar no bairro Campo Velho, em Cuiabá. A policial civil Raquel dos Santos, de 35 anos, estava armada com uma pistola ponto 40, e se desentendeu com o marido, o policial federal Celso Ricardo Ribeiro, de 35 anos, que estava com uma pistola 9mm. O tiroteio ocorreu anteontem por volta das 23 horas, em frente a um bar na rua Fortaleza. 

Testemunhas disseram que o casal chegou numa viatura descaracterizada da Polícia Civil e, em seguida, começaram a discutir. A policial é lotada numa Delegacia Especializada da Capital e não explicou o que estava fazendo com a viatura naquele momento. 

No local, policiais militares, acionados pelos funcionários do bar, recolheram sete cápsulas 9mm e duas ponto 40, indicando que o casal atirou nove vezes. Apesar do tiroteio, ninguém ficou ferido. Os PMs acreditam que eles tenham atirado para o chão – o bar estava com movimentação média no momento dos disparos. 

Abordado, o casal se identificou, mas não forneceu detalhes do que ocorreu. As duas armas foram apreendidas e anexadas ao boletim de ocorrência. Testemunhas disseram aos militares que o casal chegou discutindo. Em seguida, ouviram os disparos. 

No Plantão Metropolitano da Capital, o casal foi autuado em flagrante por disparo de arma de fogo. Os dois policiais não quiseram falar sobre o que ocorreu. Como a policial não disse ter sido ameaçada pelo marido ou mesmo vítima de tentativa de homicídio, policiais plantonistas disseram que não caracterizou o crime de violência doméstica. 

Por se tratar de policiais, vários policiais civis e o delegado imediato da policial esteve no Plantão Metropolitano da Capital, assim como o delegado federal plantonista, além do corregedor da instituição que esteve por lá para obter mais detalhes sobre o entrevero do casal. 

Após ser autuado por disparo de arma de fogo, o casal pagou fiança e foi liberado. O caso, no entanto, prossegue nas duas corregedorias – da Polícia Civil e também da Polícia Federal. (AR) 

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email