40437

Mato Grosso lidera degradação florestal na Amazônia Legal

A degradação florestal na Amazônia Legal totalizou 1.555 quilômetros quadrados nos últimos 12 meses, indicou o Imazon. O período compreende o intervalo entre agosto de 2012 a julho de 2013, o chamado 'ano do desmatamento'.

Mato Grosso, com 752 quilômetros quadrados (48%), liderou o ranking dos Estados da Amazônia Legal que mais degradaram a floresta, seguido pelo Pará com 616 quilômetros quadrados (40%).

Segundo o Imazon, o restante das ocorrências, ou 12% delas, ocorreu em Rondônia (128 quilômetros quadrados), Amazonas (24 quilômetros quadrados), Tocantins (25 quilômetros quadrados) e Roraima (8 quilômetros quadrados). Os dados do Maranhão não foram analisados.

Comparativo
Comparando-se a degradação entre agosto de 2012 a julho de 2013, com os 1.555 quilômetros quadrados, com agosto de 2011 a julho de 2012, quando foram 2.202 quilômetros quadrados, o Imazon identificou um recuo de 22% entre os períodos.

Dentre os Estados, o Pará contabilizou aumento na degradação da floresta, saltando de 248 km2 para 616 km2 entre os períodos, um aumento de 149%. Já em Mato Grosso houve queda de 53%, baixando de 1.602 km2 para 752 km2.

Julho
Somente no mês de julho de 2013 as florestas degradadas na Amazônia somaram 93 quilômetros quadrados. Em relação a julho de 2012, quando a degradação florestal somou 27,5 quilômetros quadrados, houve um aumento de 237%.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email