60772

Lixo hospitalar não é recolhido há três meses em Rondonópolis (MT)

O lixo hospitalar de Rondonópolis, cidade a 218 km de Cuiabá, não está sendo recolhido há cerca de três meses. O problema ocorre por conta de uma disputa de processo licitatório entre duas empresas responsáveis pela coleta dos materiais. Com isso, nenhuma delas está fazendo o trabalho.

De acordo com a Secretaria de Saúde de Rondonópolis, o acumulado de lixo de pontos e centros de saúde da cidade passa de 30 mil quilos. Materiais descartáveis, produtos infectados e objetos que deveriam ser recolhidos estão amontoados em cada unidade da região, que já não possuem espaço para o armazenamento.

Para amenizar a situação a secretaria fez duas contratações diretas, permitidas pelo Tribunal de Contas da União, onde sete mil quilos de lixo hospitalar foram recolhidos. A solução seria uma contratação direta de uma empresa que possa recolher o lixo, descartando a licitação. Mesmo assim, o serviço seria feito de forma paliativa até o final deste ano.

A previsão da secretaria é que o problema seja resolvido até o final desta semana.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email