46028

Ibama apreende quatro mil metros cúbicos de madeira ilegal em MT

Quatro mil metros cúbicos de madeira ilegal abandonada foram apreendidas durante a operação Onda Verde no distrito Conselvan, em Aripuanã, que fica a 976 km de Cuiabá. De acordo com o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), o material foi localizado após denúncias de que as empresas que possuíam madeiras nos pátios sem origem legal começaram a abandoná-la em diversos pontos do distrito porque o órgão faria fiscalização dos estoques em todas as madeireiras da região.

No primeiro ponto de abandono foram encontradas aproximadamente 400 toras e 20 pacotes de madeira serrada. Segundo o Ibama, acreditando que esse não seria o único ponto, os fiscais continuaram as buscas e encontraram mais 16 pontos de madeira abandonada, em tora e serrada.

Os locais escolhidos pelos infratores para desovar as madeiras foram terrenos abandonados e chácaras sem moradia, localizados nas proximidades da vila do Distrito de Conselvan. Conforme o Ibama, em apenas três dias as equipes localizaram mais de 1.500 toras e mais de 100 pacotes de madeira serrada, distribuídas em 17 diferentes pontos. Ao longo da ação foram encontrados quatro mil metros cúbicos de madeira em tora e serrada.

O chefe da Divisão Técnico Ambiental do Ibama de Mato Grosso, Wérikson Trigueiro, disse acreditar que grande parte dessa madeira tenha sido retirada de forma ilegal de terras indígenas. De acordo com o Ibama, a madeira já está sendo recolhida e deve ser doada, conforme determina a legislação ambiental, a órgãos e entidades públicas ou a entidades sem fins lucrativos e de caráter beneficente. Ainda conforme Trigueiro, os trabalhos de averiguação nas redondezas do distrito de Conselvan devem continuar.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email