Homem salva criança de tubarão e é demitido do trabalho

O galês Paul Marshallsea se tornou tema de manchetes da imprensa mundial após ter ajudado a afugentar um tubarão em uma praia na Austrália cheia de crianças.

 

Mas seu ato heróico, além de render consagração, acabou também lhe custando o emprego.

 

As imagens de seu feito chegaram às mãos de seus chefes, em um clube de crianças em sua cidade natal, e ele acabou sendo demitido.

 

Eles alegaram que, na ocasião, ele havia pedido uma licença médica, mas aparentava estar plenamente saudável, aproveitando a folga para ir à praia.

 

Mas Marshallsea se defende dizendo que estava estressado e sentia dores crônicas nas costas.

 

E que resolveu passar uns dias em uma praia por recomendação de seu médico.

 

O galês Paul Marshallsea se tornou tema de manchetes da imprensa mundial após ter ajudado a afugentar um tubarão em uma praia na Austrália cheia de crianças.

 

Mas seu ato heróico, além de render consagração, acabou também lhe custando o emprego.

 

As imagens de seu feito chegaram às mãos de seus chefes, em um clube de crianças em sua cidade natal, e ele acabou sendo demitido.

 

Eles alegaram que, na ocasião, ele havia pedido uma licença médica, mas aparentava estar plenamente saudável, aproveitando a folga para ir à praia.

 

Mas Marshallsea se defende dizendo que estava estressado e sentia dores crônicas nas costas.

 

E que resolveu passar uns dias em uma praia por recomendação de seu médico.

 

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email