43392

Dólar muda de direção e passa a subir nesta terça-feira

Depois de recuar durante toda a manhã e dar sinais de que fecharia em queda pelo sétimo dia seguido, o dólar comercial mudou de direção e passou a subir nesta terça-feira (10).

Perto das 14h (horário de Brasília), a moeda norte-americana tinha  alta de 0,57%, cotada a R$ 2,2910 para a venda. Veja a cotação

Depois de atingir o menor valor em um mês na véspera, o dólar comercial abriu os negócios em queda, diante de novos sinais de que a economia chinesa está se estabilizando e da redução dos temores de um ataque militar norte-americano contra a Síria.

Agência Nacional de Estatísticas da China informou que a produção industrial do país saltou 10,4% em agosto ante o ano anterior, acelerando ante 9,7% em julho, para registrar o maior aumento desde março de 2012, destaca a agência Reuters.

Além disso, as vendas no varejo subiram 13,4% em agosto na comparação anual, crescimento mais rápido neste ano.

Em relação à Síria, o governo do país aceitou uma proposta russa para colocar suas armas químicas sob controle internacional para evitar um possível ataque militar dos Estados Unidos, disse o chanceler da Síria, Walid al-Moualem, segundo a agência de notícias Interfax nesta terça-feira.

Na véspera, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, afirmou que a oferta da Rússia de trabalhar com Damasco para colocar o arsenal químico sírio sob controle internacional poderia ser um grande negócio se for algo sério.

Nesta terça-feira, a autoridade monetária vendeu os 10 mil contratos de swap cambial tradicional – equivalente a venda de dólares no mercado futuro – ofertados com vencimento em 3 de fevereiro de 2014. O volume financeiro equivalente do leilão foi de US$ 496,9 milhões.

Último fechamento
Na segunda-feira, o dólar fechou em queda pelo sexto pregão consecutivo, mantendo a tendência observada ao longo de todos os dias da semana passada. A moeda norte-americana caiu 1,14% e fechou avaliada em R$ 2,2780 para a venda. Este foi o menor valor de fechamento desde o dia 9 de agosto, quando a moeda fechou a R$ 2,2740.

No mês, até o último fechamento, a moeda dos Estados Unidos acumula queda de 4,49%, mas no ano, a alta ainda é de 11,41%.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email