57140

Cuiabanos podem alugar leitos para turistas por até R$ 80 durante a Copa

O cadastro de moradores de Cuiabá, Várzea Grande, região metropolitana da capital, Santo Antônio de Leverger e Poconé, a 35 e 104 km de Cuiabá, que desejam receber turistas em suas casas durante a Copa de 2014 já começou a ser feito e os locais serão selecionadas por uma equipe do Programa Cama e Café, desenvolvido pelo Ministério do Turismo. As famílias interessadas devem fazer a inscrição e atender aos critérios exigidos para acomodar os hóspedes durante os jogos. Se escolhidos, os moradores devem passar por cursos de qualificação.

O valor da diária deve ficar entre R$ 60 e R$ 80, segundo a superintendente de Desenvolvimento e Fomento do Turismo, da Secretaria de Turismo de Mato Grosso (Sedtur), Natália Rossetto. Ela explicou que o valor estabelecido pelo programa depende das acomodações oferecidas pelo morador, como, por exemplo, se for suíte e se o café da manhã possuir mais opções. “Os moradores vão fazer uma pré-inscrição e depois serão feitas visitas in loco para verificar se há condições de acomodar os turistas”, afirmou. A hospedagem será classificada de uma a quatro estrelas.

O programa Cama e Café, gerido pela Sedtur no estado, será lançado oficialmente nesta terça-feira (19) pela Secretaria Extraordinária da Copa (Sedtur), porém, desde o dia 5 deste mês já está em fase de teste. O formulário de inscrição está disponível no site da Secopa e poderá ser encaminhado por e-mail ou entregue em alguns postos. Em Cuiabá, por exemplo, funciona na sede da Sedtur, . Entre as informações prestadas está a localização de comércios nas proximidades da casa e a facilidade de transporte público na região. Em seguida, a ficha será analisada pelo programa.

A previsão é que as inscrições fiquem abertas até janeiro do ano que vem. Depois desse período, começarão as visitas às residências. “Será feita uma seleção para analisar os critérios minímos do programa”, disse Natália Rosseto. A expectativa é selecionar casas e dispor de pelo menos mil leitos aos turistas para suprir parcialmente a carência de leitos nos hotéis, que, segundo estudo da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), seria de 5 mil leitos. As famílias escolhidas passarão por um processo de qualificação e, ao final dessas etapas, irá receber uma placa de identificação do 'Cama e Café'.

Uma página na internet deverá ser disponibilizada aos turistas contendo as informações sobre as casas inseridas no programa. “Vamos disponibilizar informações e dados sobre as famílias para que os turistas já façam a reserva antes dos jogos”, explicou a superintendente. Cada família poderá oferecer no máximo três quartos, contendo três camas cada, e é necessário que haja moradores na casa. Não há restrição quando à localização da residência.

O programa estabelece que o imóvel será próprio e não alugado e, se tiver localizado em um condomínio residencial, será necessária a autorização dos demais moradores. É obrigatório que haja climatização adequada, mobiliários em boas condições de uso e decoração e ambientação adequadas.

Além disso, é exigido a disponibilização de cesto de lixo, copos, área mínima de 8 metros quadrados, tranca interna, cortina ou persiana, mesa com cadeira, roupa de cama e cobertor em bom estado de conservação, camas com colchão de solteiro ou de casal; armário, bem como closet ou local específico para a guarda de roupas. Quando o banheiro for compartilhado, deve ser utilizado por no máximo seis pessoas, incluindo os moradores da casa.

Recentemente, o secretário da Copa, Maurício Guimarães, havia declarado que o déficit de leitos era preocupante, pois os leitos que seriam oferecidos aos turistas já estavam reservados para atender as equipes da Fifa e os integrantes das bandas contratadas para fazer shows musicais durante a realização do evento na capital mato-grossense. Além do 'Cama e Café', ele citou como alternativa o programa Hospedagem Solidária. Nesse caso, os moradores abrem as portas de suas casas aos turistas e não recebem nada por isso. A estimativa é receber mais de 120 mil turistas em Cuiabá durante os jogos da Copa, em julho do ano que vem.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email