42950

Casal é preso com R$ 285 mil levados de banco escondidos em galão

Um casal de sitiantes foi preso nesta quinta-feira (5) com quase R$ 300 mil que havia sido furtado de uma agência bancária na cidade de São José dos Quatro Marcos, a 343 quilômetros de Cuiabá. De acordo com a Polícia Civil, o homem de 42 anos e a esposa dele, de 36, estavam escondendo parte do dinheiro furtado dentro de um galão de leite e em um galão de plástico. Os recipientes estavam enterrados na propriedade.

A prisão do casal ocorreu em um sítio que fica na região do Assentamento Roseli Nunes, em Mirassol D'Oeste, município a 329 quilômetros da capital. Ao G1, Ana Maria Machado Costa, delegada que coordena as investigações, disse que a quadrilha que cometeu o furto já foi identificada.

Um grupo de pelo menos seis pessoas invadiu e arrombou a agência na madrugada de domingo (1º) e furtou mais de R$ 700 mil da unidade bancária. Uma equipe de investigadores das duas cidades e de Cáceres, a 250 quilômetros de Cuiabá, fez uma operação para identificar e prender os suspeitos, após mandado de busca e apreensão expedido pela Justiça.

A equipe fez monitoramento e dos suspeitos no sítio e encontrou um galão de moedas que estava enterrado na propriedade. O objeto pesava 72 quilos de moedas que tinham sido furtadas do banco. “Prendemos a dona desse sítio e o marido dela. Em tese eles sabiam desse furto e esperaram os outros integrantes do grupo. Eles [o casal] mostraram um local onde estava enterrado um galão com o dinheiro dentro. Em tese eles foram presos por receptação”, disse a delegada ao G1.

Ainda conforme a Polícia Civil, o casal foi autuado por furto qualificado, arrombamento e formação de quadrilha. Uma arma calibre 22, que pertence ao homem, também foi apreendida e ele autuado por porte ilegal de arma.

“Já identificamos a quadrilha, que possui provavelmente seis pessoas, incluindo esse casal. Trabalhamos com a hipótese de pessoas que tenham alguma ligação com o banco”, completou Ana. O casal foi encaminhado para a Polícia Civil de São José dos Quatro Marcos.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email