32213

Bovespa opera em forte queda por incertezas sobre estímulos

A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) opera em queda acentuada nesta terça-feira (11), chegando a cair abaixo dos 50 mil pontos e alcançando a menor cotação intradiária desde outubro de 2011.

Por volta das 16h10, o Ibovespa, principal indicador da bolsa paulista, caía 2,71%, aos 49.927 pontos. Veja cotação

Mais cedo, o índice afundou 3,13%, a 49.708 pontos, menor cotação intradiária desde outubro de 2011.

A queda ocorre pelos temores sobre a continuidade dos estímulos monetários dados pelos principais bancos centrais mundiais. Além disso, as preocupações sobre as perspectivas para a economia brasileira também contribuíam para o mau humor dos investidores com o mercado local, segundo operadores.

Queda generalizada
O Ibovespa tinha queda generalizada nesta sessão, com a petrolífera OGX sendo a principal influência negativa. Os papéis das empresas de Eike Batista, LLX, OGX e MMX, da Rossi e da JBS lideravam as perdas.

A petrolífera de Eike Batista era a principal pressão de baixa para o índice, após notícia de que o empresário vendeu ações em maio, reduzindo sua participação na companhia.

Em email a clientes, analistas do JPMorgan avaliaram o evento como negativo, “com a venda refletindo uma possível necessidade de caixa pelo acionista controlador”.

O clima de nervosismo nas bolsas globais contaminava osnegócios na bolsa brasileira. Investidores reagiram mal à decisão do banco central japonês de manter inalterada suapolítica monetária, frustrando expectativas de novas medidas de estímulo.

Além disso, o início da audiência na Alemanha sobre a legalidade do programa de compra de títulos do Banco Central Europeu (BCE) contribuía para o mau humor dos mercados, que seguiam preocupados com possível redução dos estímulos do Federal Reserve, o banco central dos Estados Unidos.

“Os mercados parecem estar mostrando uma reação um pouco exagerada, mas também é natural que as bolsas lá fora tenham realização”, disse o analista João Pedro Brugger, da Leme Investimentos em Florianópolis.

Segundo ele, embora os fundamentos econômicos não sugiram melhora de curto prazo para o mercado, o fraco desempenho do Ibovespa no ano pode abrir espaço para alguma reação.

“A bolsa está muito barata em termos relativos, é uma das que mais cai no mundo. Por uma questão de preço, podemos ver uma reação”, avalia.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email