63930

Apple é condenada a pagar todos os custos de processo para a Samsung

Empresa de Cupertino havia tentado esconder o pedido de desculpas e, agora, precisará pagar pelo erro.

http://www.tecmundo.com.br/imagens/2012/11/materias/3610984688152733.jpg

O aviso fica no final do site. (Fonte da imagem: Reprodução/Apple UK)

E a saga do pedido de desculpas da Apple para a Samsung continua. Primeiro, a companhia escreveu um texto que gerava interpretações errôneas. Depois, após reescrever a mensagem, a empresa da Maçã a inseriu de maneira que nem todos podiam vê-la em seu site oficial. Quando o truque foi descoberto, rapidamente eles realocaram o pedido de desculpas.

No entanto, parece que os juízes perderam a paciência com a Apple. O Tribunal de Apelação da Inglaterra e País de Gales ordenou que a companhia pague todos os custos legais da Samsung durante o processo. Isso, é claro, mantendo a mensagem de desculpas de maneira clara e visível em sua página oficial.

Segundo o tribunal, isso surge como uma espécie de indenização a ser paga pela empresa da Maçã, tudo para compensar os “erros” da companhia ao postar a mensagem que, de quebra, tentava passar a impressão de que o caso era positivo para a Apple e não para a Samsung.

Assim, além de arcar com os custos normais do processo (algo natural nessas decisões judiciais, ou seja, geralmente quem perde é quem paga), a empresa de Cupertino deverá se responsabilizar por cada centavo gasto pela companhia coreana, como viagens dos advogados, hospedagens, entre outros. Fazer corretamente o pedido de desculpas provavelmente pegaria menos mal, não acham?

 

http://www.tecmundo.com.br/imagens/2012/11/materias/132178490211113.jpg

Há algumas semanas, publicamos uma matéria que revelava que a Apple teria que pedir desculpas em público para a Samsung — o motivo foi a perda nos tribunais, após a empresa de Cupertino acusar a coreana de ter copiado o design de seus produtos. Nesta semana, finalmente foram publicados os pedidos de desculpas em vários jornais e sites do Reino Unido, mas o conteúdo não agradou à corte.

Por isso, a Apple foi obrigada a revisar o pedido e republicá-lo, o que aconteceu hoje. A nova mensagem não contém o pedido mais explícito do mundo, apenas diz que em 9 de julho a corte britânica afirmou que os aparelhos Galaxy Tab 10.1, Tab 8.9 e Tab 7.7 não infringiam patentes da Apple. Em seguida, são mostrados endereços na internet em que os leitores podem acessar detalhes mais completos do processo.

 

Fonte: SlashGear

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email