47431

Ano letivo de 2013 em MT terminará em fevereiro de 2014, diz Seduc

O ano letivo de 2013 na rede estadual de ensino de Mato Grosso deve terminar em fevereiro do ano que vem, segundo informou a Secretaria de Educação do Estado (Seduc). Por causa da greve dos professores e demais trabalhadores do setor, que foi suspensa nesta quinta-feira (17), após 67 dias, os estudantes perderam 49 dias de aula. O ano letivo de 2014 vai começar no início de março, como prevê a secretaria.Estão mantidos o recesso de final de ano e as férias dos professores, disse Rosa Neide Sandes de Almeida, titular da Seduc. “Os professores têm mais de 40 dias para repor as aulas. E, apesar do final do ano e das férias, vamos cumprir esse calendário de terminar o ano letivo até o final da primeira quinzena de fevereiro. E iniciar o próximo ano letivo já em março”, afirmou.

A paralisação de mais de dois meses não afeta as férias dos profissionais da Educação, a não ser que eles não queiram usufruir desse direito, segundo o presidente do sindicato que representa a categoria (Sintep-MT). “Os trabalhadores têm direito a 30 dias.  Então, se começar no dia 22 de dezembro, por exemplo, deverão voltar no dia 23 de janeiro. A não ser que os profissionais abram mão desse direito”, disse Henrique Lopes do Nascimento. 

De acordo com o sindicalista, as escolas têm a obrigatoriedade de trabalhar, no mínimo, 200 dias letivos. Ele disse esperar que o resto do ano letivo de 2013 e o ano letivo de 2014 possam ser finalizados no próximo ano. “Portanto, com um pouco de esforço, e se o governo não vier com medidas que façam com que a categoria retome a greve, é possível  que seja dessa forma”, disse Nascimento.

A greve dos trabalhadores foi suspensa após assembleia geral da categoria, na tarde desta quinta-feira, depois que a proposta do governo foi aceita pela maioria dos profissionais.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email