56411

Acidentes com mortes têm aumento de 7,1% em rodovias federais de MT

Aumentou o número de acidentes e mortes nas rodovias federais de Mato Grosso em comparação ao ano de 2012. A informação é de um balanço da Polícia Rodoviária Federal (PRF), que levanta dados entre os meses de janeiro e outubro. O documento aponta crescimento de 4,8% em acidentes e 7,1% de pessoas que morreram em decorrência aos casos. Em números, o balanço cita 3.817 acidentes, com 1.520 feridos leves, 610 feridos graves e 244 mortos.

No mesmo período do ano de 2012 o órgão registrou 3.459 acidentes com 214 pessoas mortas. A categoria de pessoas que se feriram levemente nos acidentes também aumentou 3,8%, enquanto que na estatística de passageiros com ferimentos graves a PRF aponta redução de 5%.

Conforme o levantamento da PRF, 72% dos acidentes e 68% das mortes foram registrados na BR-163 e BR-364. Para o policial rodoviário federal, José Hélio Macedo, é natural que o número de acidentes aumente. No entanto, o que preocupa a PRF é o crescimento da quantidade de pessoas que perderam a vida nas rodovias.

“A tendência é que o número de acidentes aumente, já que a cada ano o número de veículos também aumenta nas cidades e rodovias. Além do mais, as rodovias de Mato Grosso não foram desenvolvidas conforme o número de veículos. Procuramos focar no aumento do número de mortes através de maiores fiscalizações e trabalhos de conscientização de motoristas”, disse Hélio ao G1.

Segundo o policial, a PRF tem feito diversas palestras em empresas de transporte. “Quando vemos que determinadas empresas possuem um alto índice de acidentes, procuramos ir até esses locais e tentar fazer um trabalho de conscientização para os motoristas e funcionários”, completou o policial.

Meses com mais acidentes e mortes
Entre janeiro e outubro, o mês com mais acidentes registrados foi março, com o número de 451 casos. Na continuação do 'ranking' de meses dos acidentes a PRF aponta janeiro (441) e maio (390). Quanto ao número de mortos, fevereiro lidera com 32 mortes. O segundo mês do ano tem o feriado prolongado do Carnaval, o que aumenta o fluxo de veículos.

Outubro teve 28 acidentes com mortes, sendo que agosto e setembro empatam no terceiro lugar, com 27 acidentes. “Nos meses com mais feriados e festas tradicionais registramos esse aumento de acidentes. Mesmo que façamos o trabalho de prevenção nas rodovias através de operações, parte da responsabilidade é do próprio motorista. É ele quem tem que mudar o comportamento em relação ao ato de dirigir. Afinal, todos estão sujeitos a isso e tem que ter o comprometimento social do motorista”, comentou o policial rodoviário.

2012
Em todo o ano passado a PRF registrou 4.277 acidentes, com o total de 270 mortos. No mesmo levantamento, desse total de acidentes, 1.712 pessoas ficaram levemente feridas, além de 742 com graves ferimentos.

Compartilhe